O Bê-a-bá do Sertão - Paraíba - Em Sousa: Água do Açude São Gonçalo será racionada
Cidades 16.03.2013 - Seca na Paraíba:

Em Sousa: Água do Açude São Gonçalo será racionada

     
Compartilhe

Em Sousa: Água do Açude São Gonçalo será racionadaAçude de São Goncalo - Acampamento Federal do Distrito de São Gonçalo - Sousa(PB).


Racionamento começa a partir da terça-feira(19Março2013) com o desligamento de uma das bombas de captação.

Sousa(PB) - Em razão do baixo volume de acumulação de água do Açude de São Gonçalo, no sertão da Paraíba, a partir da próxima terça-feira(19Março2013) a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba(Cagepa) efetuará o desligamento de uma das bombas de captação, localizada na Estação de Tratamento do Distrito de São Gonçalo, acampamento federal do município de Sousa(PB), a 458 km da capital João Pessoa. A motor bombeador será desligada durante 30 dias, entre 17h00m e 04h00m da manhã, gerando uma economia estimada em 25%/mês.


Após esse prazo, caso a população não se conscientize da necessidade de economizar água e caso a chuva não venha, serão adotadas medidas mais drásticas, inclusive o racionamento efetivo de água, no formato de 24 horas com abastecimento e 24 horas sem abastecimento.


O racionamento é resultado de acordo firmado em audiência realizada ontem(14Março2013), em Sousa, que teve a participação de integrantes do Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Prefeitura de Sousa, Cagepa, e Junta dos Usuários das águas do Açude de São Gonçalo.


Também foi definido que antes do racionamento efetivo(24h/24h) deve haver ampla divulgação do acordo para a população mediante divulgação nas rádios. Caso o racionamento não surta efeito, o período de desligamento da bomba pode ser ampliado, chegando-se, inclusive, à interrupção diária do fornecimento de água.


O Açude de São Gonçalo está localizado em área pertencente ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas(Dnocs), na bacia hidrográfica de Alto de Piranhas, sub-bacia do Rio Piranhas, no oeste da Paraíba. As obras de construção do açude iniciaram em 1932, finalizando em 1936, com capacidade hídrica de 44 milhões e 600 mil metros cúbicos, tendo como objetivo dirimir os efeitos nocivos da estiagem sofridos pela população do local.


* Com Assessoria de Comunicação da Procuradoria da República na Paraíba.

                       

Deixe o seu comentário







Respeitamos o direito de opinão e expressão. O espaço para comentários é um espaço democrático destinado às opiniões relativas ao texto originalmente publicado.
Não serão publicadas quaisquer mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou, ainda, que desrespeitem a privacidade alheia, que tenham caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, ou, ainda, que tenham linguagem grosseira e/ou obscena.
Não serão publicados comentários que tentam se aproveitar deste espaço democrático para “destacar” outros sítios ou blogues ou, ainda, que tenham por objetivo comercializar produtos ou serviços.
Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao tema comentado também serão descartados.




Copyright © 2002/2014 - O Bê-á-bá do Sertão - Todos os direitos reservados
Contatos: (0xx83) 9967.1500 - Paraíba - Brasil
E-mail para contatocomercial@obeabadosertao.com.br